05 dicas de como evitar a resistência bacteriana! (Antibióticos)

127 Flares Filament.io 127 Flares ×

Na hora de fazer uso de antibióticos, nem todo mundo trata o assunto com a seriedade que ele merece. Pelo contrário, muitas pessoas fazem uso continuo desse medicamento como se ele fosse uma dipirona ou um tylenol, não que esses não provoquem problemas. Basta uma dor de garganta para ir correndo até uma farmácia comprar o remédio que um vizinho ou familiar indicou. Um grave erro. O antibiótico precisa ser prescrito por um profissional médico e ser utilizado (administrado) com cuidado.

Os antibióticos são substâncias sintéticas ou produzidas a partir de fungos ou bactérias que atuam matando ou inibindo o metabolismo de microorganismos e facilitando sua eliminação pelo sistema imunológico.

Segunda OMS (Organização Mundial de Saúde) publicou em maio de 2014 um relatório global sobre resistência bacteriana, onde foram analisados dados de 114 países, e a situação é alarmante frente a resistência bacteriana em todas as regiões do mundo.

2014

 

“Estamos no rumo da ‘era pós-antibiótico’, em que pessoas morrem de infecções simples que são tratáveis há décadas”.

Bactérias normalmente sofrem mutações até se tornarem imunes a antibióticos, entretanto, o uso rotineiro de antibióticos na criação de animais e, principalmente, o mal uso desses medicamentos – como prescrição desnecessária por médicos ou suspensão de tratamento por pacientes – faz com que isso ocorra mais rapidamente.

n-BACTERIA-large570

#Medidas Emergenciais

Antibióticos como os carbapenêmicos usados para tratar infecções causadas pela Klebsiella pneumoniae, uma bactéria intestinal comum que pode causar infecções gravíssimas, ou até fatais, em recém-nascidos e pacientes que se encontram em unidade de terapia intensiva, em alguns países já não funcionam em mais de 50% dos pacientes.

#Uso correto de antibióticos

O uso indiscriminado ocorre quando os antibióticos são usados para tratar infecções que não são causadas por bactérias, como resfriados, por exemplo; quando tomados em doses incorretas e quando o tempo de tratamento é inadequado.

#Como o uso incorreto torna as bactérias resistentes?

Quando se inicia o uso de um antibiótico o doente geralmente apresenta sintomas como dor e febre. Com a tomada das primeiras doses as bactérias mais frágeis começam a ser eliminadas e os sintomas melhoram. Se o paciente suspende o uso neste momento, as bactérias mais fortes que continuam vivas começam a se multiplicar novamente e os sintomas vão reaparecer. Como as novas bactérias são descendentes daquelas mais resistentes, é bem provável que o mesmo medicamento não cure mais esta infecção.,

lainfo.es-5832-bacteria2

 

Como evitar a resistência aos antibióticos?

#1°Dica

Nunca use antibióticos sem a indicação do médico ou dentista;

#2°Dica

Use a dose que foi prescrita e nos horários corretos (usar doses maiores não acelera a cura);

#3°Dica

Nunca pare o tratamento antes do prazo indicado, mesmo que os sintomas tenham melhorado;

#4°Dica

Não use antibióticos fora do prazo de validade (podem não fazer efeito e causar resistência bacteriana);

#5°Dica

Evite guardar sobras de antibióticos em casa, pois a quantidade geralmente não é suficiente para um novo tratamento.

 medico

Peça sempre orientação ao profissional de saúde!

  • alguns antibióticos são mais bem tolerados quando tomados com as refeições; outros devem ser tomados com o estômago vazio. O profissional de saúde orientará sobre a melhor maneira de usá-los para que a cura ocorra com o mínimo de efeitos colaterais;
  • certas pessoas têm alergia a alguns tipos de antibióticos, por isso, lembre-se sempre de contar ao profissional de saúde sobre as alergias que já teve;
  • a maioria dos casos de dor de garganta, gripe e diarréia não necessita de tratamento com antibióticos, pois geralmente são causados por vírus.

Fonte BVS (Biblioteca Virtual em Saúde)

E se você gostou dessa artigo, deixe seu comentário com sugestões para próximos conteúdos ou alguma dúvida que você tem. E se conhece alguém que precisa dessa informação, compartilhe nas redes sociais. Dessa formar vamos ajudar mais e mais pessoas.

Receba as melhores dicas para melhorar sua qualidade de vida.

Fernando Muterle

Olá, eu sou Fernando Muterle - professor Universitário e também Fundador do “IMCF” . O IMCF foi criado com o objetivo de promover o Networking entre profissionais, estudantes e interessados, com temas pertinentes a saúde e qualidade de vida. Participe, assista as entrevistas e registre a sua opinião.

Website: http://imcf.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *