“Viciado” em antidepressivos, você conhece alguém? … Dicas importantes dos os sinais e sintomas.

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

A retirada de um antidepressivo ou a “parada” abrupta do mesmo, pode causar impactos significativos especialmente se você tiver fazendo uso por mais de seis semanas. Os sintomas de abstinência aos antidepressivos são por vezes chamados síndrome da descontinuação de antidepressivo.

A interrupção abrupta de um antidepressivo  pode causar sintomas dentro de “um ou dois” dias, tais como:

  • Irritabilidade
  • Ansiedade
  • Insônia ou vívidos sonhos
  • Dores de cabeça
  • Tontura
  • Cansaço
  • Sintomas semelhantes aos da gripe, incluindo dores musculares e calafrios
  • Náusea
  • Retorno de sintomas de depressão

medo

Certos antidepressivos são mais propensos a causar sintomas de abstinência do que outros.  Quanto mais rapidamente for excretado o antidepressivo, maior a probabilidade de surgir a síndrome. No caso de drogas como a fluoxetina que têm meia-vida (tempo necessário para eliminar metade da droga administrada) de 2 a 3 dias, os sintomas de abstinência podem instalar-se mais tardiamente (até uma semana depois da interrupção).

Existe um fenômeno conhecido como “rebote”: o reaparecimento dos sintomas psiquiátricos que levaram à indicação do medicamento, que pode ocorrer duas a três semanas depois de instalados os sintomas de abstinência.

A manifestação de sintomas de abstinência causada por antidepressivos não leva a concluirmos que o individuo é viciado. O vicio representa alterações químicas de longo prazo no cérebro. É caracterizada por um desejo intenso, a incapacidade de controlar o uso de uma substância.

Para minimizar os riscos da retirada de antidepressivo, deve ser sempre com a orientação do seu médico. O seu médico pode recomendar que você reduza gradualmente a dose do seu antidepressivo por várias semanas ou mais, para que dessa forma o seu cérebro se adapte à ausência do fármaco.

medicamentos-para-depressao

Em alguns casos, o médico pode prescrever outro tipo de antidepressivo e/ou outro medicamento para aliviar os sintomas da abstinência. E se você estiver fazendo a troca de um antidepressivo por outro, o seu médico poderá indicar que você comece tomar o novo antes de parar completamente de tomar o medicamento original.

Às vezes fica difícil dizer a diferença entre os sintomas de abstinência e sintomas de depressão, após ter parado de fazer uso do medicamento. Mantenha seu médico informado de seus sinais e sintomas. Se os seus sintomas de depressão voltar, o seu médico pode recomendar que você comece a tomar um antidepressivo novamente ou ainda que você comece outro tratamento.

Fonte 

MAYO CLINIC

E se você gostou dessa artigo, deixe seu comentário com sugestões para próximos conteúdos ou alguma dúvida que você tem. E se conhece alguém que precisa dessa informação, compartilhe nas redes sociais. Dessa formar vamos ajudar mais e mais pessoas.

Receba as melhores dicas para melhorar sua qualidade de vida.

Fernando Muterle

Olá, eu sou Fernando Muterle – professor Universitário e também Fundador do “IMCF” . O IMCF foi criado com o objetivo de promover o Networking entre profissionais, estudantes e interessados, com temas pertinentes a saúde e qualidade de vida. Participe, assista as entrevistas e registre a sua opinião.

Website: http://imcf.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *