A Verdade sobre o envelhecimento celular e os radicais livres!

85 Flares Filament.io 85 Flares ×

O envelhecimento é um processo misterioso para muitas pessoas. A teoria do envelhecimento e os radicais livres tornou-se bastante tradicional numa história bem recente. Entender essa teoria talvez exija um pouco de conhecimento técnico. Para entender os radicais livres, você tem que entender a função normal de uma célula.

rad 05

As células do corpo humano cria energia. Enquanto eles estão criando a energia, produzem resíduos. Este resíduo são geralmente sob a forma de moléculas de oxigênio que são instáveis. Estas moléculas ou átomos são instáveis ​​porque eles têm um eletrão que é desemparelhado.

rad 04

As moléculas com eletrões desemparelhados são chamados radicais livres. Os radicais livres são problemas para moléculas normais no corpo. Ligam-se às moléculas estáveis ​​e fazem com que eles funcionem corretamente. As moléculas de proteína são especialmente susceptíveis aos radicais livres. Neste processo, os radicais livres se ligam às moléculas de proteína que se torna ineficaz na reparação de tecido.

A Teoria da “Free Radical of Aging” foi proposto pela primeira vez por Denham Harman na década de 1950. Esta teoria tem conquistado popularidade nos últimos tempos. Estudos com ratos mostraram que a redução dos danos causados ​​por radicais livres para o corpo pode, na verdade prolongar a vida.

Pills for you

Muitas doenças têm sido associadas a danos por radicais livres nas células. Estas doenças incluem o cancro, diabetes, aterosclerose e doença de Alzheimer. Existem várias teorias que se assemelham a Teoria Free Radical of Aging.

A primeira idéia é que os radicais livres causadores de doenças, aceleram o envelhecimento. A segunda idéia é que todo o envelhecimento é causado pela influência de radicais livres. Isto significa que, sem radicais livres, as células poderiam, em teoria, reparar-se continuamente. E consequentemente pensam que os radicais livres danificam o próprio DNA do corpo humano.

rad 09

Algumas pesquisas mostraram que certas estirpes de lombrigas que são extremamente suscetíveis aos radicais livres têm uma vida útil muito mais curta do que outras linhagens. Os estudos mostraram também que a restrição calórica pode ajudar a suprimir o desenvolvimento de certas doenças que se pensa serem causados ​​pela exposição de radicais livres. Esses estudos incluem jejum e restrição calórica de até 50% em camundongos. Estudos semelhantes não foram realizados em seres humanos. Os cientistas também testatam a teoria de que o aumento do consumo de antioxidantes pode ajudar a retardar ou mesmo inverter os danos celulares causados ​​por radicais livres.

Essa teoria ainda não foi comprovada em humanos, mas foi testado em ratos e outros roedores. Por causa dos resultados variados, a aplicação de antioxidantes não podem ser provadas como uma formula milagrosa, para retardar o envelhecimento.

rad 07

Os radicais livres parecem ser o acelerador para o dano celular e envelhecimento. Os cientistas não parecem concordar com a extensão de que os radicais livres têm sobre o corpo humano. Também parace não concordar com o que é a melhor maneira de neutralizar este efeito.

A continua investigação ainda é necessária para explorar a relação entre radicais livres e vida útil da célula normal. É também necessária investigação para provar ou refutar os supostos benefícios dos antioxidantes para prevenir o envelhecimento prematuro.

FONTE: www.healthheadlines.com

E se você gostou desse artigo, deixe seu comentário com sugestões para próximos conteúdos ou alguma dúvida que você tem. E se conhece alguém que precisa dessa informação, compartilhe nas redes sociais. Dessa formar vamos ajudar mais e mais pessoas.

Receba as melhores dicas para melhorar sua qualidade de vida.

Fernando Muterle

Olá, eu sou Fernando Muterle – professor Universitário e também Fundador do “IMCF” . O IMCF foi criado com o objetivo de promover o Networking entre profissionais, estudantes e interessados, com temas pertinentes a saúde e qualidade de vida. Participe, assista as entrevistas e registre a sua opinião.

Website: http://imcf.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *