Você sabia que “Carqueja” protege o fígado e ajuda na digestão..

47 Flares Filament.io 47 Flares ×

Planta também contribui para o emagrecimento e é boa para diabéticos

04

A carqueja (Baccharis trimera) da família Asteraceae é uma planta medicinal amplamente utilizada no Brasil. Ela se destaca por proporcionar diversos benefícios para a saúde. A carqueja é aliada do fígado, contribui para uma boa digestão, ajuda no emagrecimento, tem ação diurética e ainda é boa para os diabéticos.

Nutrientes da carqueja

02

A carqueja se destaca por conter óleos essenciais, flavonoides e saponinas. Os flavonoides tem forte ação antioxidante e por isso combatem os radicais livres, protegem o cérebro e o sistema cardiovascular e melhoram a circulação sanguínea. Já as saponinas são substâncias com um efeito anti-inflamatório que contribui para a redução do colesterol, entre ouros benefícios.

Benefícios da carqueja

01

Aliada do fígado: Os flavonoides presentes na carqueja, especialmente a hispidulina, possuem ação hepatoprotetora, ou seja, protegem o fígado, e ainda contam com ação antioxidante.

03

Protege o estômago: A carqueja possui propriedades digestivas, protege o estômago e ainda previne úlceras, isto porque extratos da planta são capazes de reduzir a secreção gástrica e ainda tem efeito analgésico.

200307308-001

Bom para diabéticos: A carqueja é benéfica para pessoas com diabetes porque reduz a absorção de carboidratos consumidos na dieta.

Ajuda a emagrecer: Alguns estudos apontam que a carqueja é capaz de aumentar a termogênese, gasto energético do corpo, o que contribuiria para a perda de peso. Além disso, a planta tem atividade diurética devido à ação dos flavonoides.

Quantidade recomendada

Recomenda-se de 3 a 6 colheres de sopa da planta seca ao dia.

 

Como consumir

05

A melhor maneira de ingerir a carqueja é como chá. Todas as partes da planta podem ser utilizadas para consumo, exceto a raiz. Para preparar o chá de carqueja, aqueça a água e despeje em um recipiente que já tenha a planta, abafe por cinco minutos, coe e beba. Não consuma a carqueja por um período de tempo prolongado, pois há o risco de toxicidade.

Interações

A carqueja pode interagir com medicamentos anti-hipertensivos e aumentar o efeito deles, por isso, ela não é orientada para pessoas que consumam estes remédios. Também não é recomendado utilizar a carqueja concomitantemente a inibidores da síntese de proteína, pois pode haver uma interação entre eles.

Contraindicações

A carqueja não é indicada para gestantes, pois aumenta o risco de abortos. Hipertensos que ingerem medicamentos anti-hipertensivos e pessoas que consomem inibidores da síntese de proteína também devem evitar a carqueja.

Fonte consultada:

Nutricionista e fitoterapeuta Maria Angélica Fiut, membro do Conselho Diretor da Associação Brasileira de Fitoterapia (ABFIT).

FONTE minhavida.com.br

Receba as melhores dicas para melhorar sua qualidade de vida.

Fernando Muterle

Olá, eu sou Fernando Muterle - professor Universitário e também Fundador do “IMCF” . O IMCF foi criado com o objetivo de promover o Networking entre profissionais, estudantes e interessados, com temas pertinentes a saúde e qualidade de vida. Participe, assista as entrevistas e registre a sua opinião.

Website: http://imcf.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *